segunda-feira, 18 de junho de 2012

Cinema, Música & Doenças Mentais - The Fly (Dave Mathews)



Olá, amigos!

Tenho andado um pouco (muito!) sumida, mas, como sabem, tenho muito carinho pelo Lero Musical, acho interessantíssimo, com pessoas que realmente sabem do que estão falando e mandando bem e dando show sempre! então, embora ausente, estou sempre presente e acompanhando.

Hoje eu volto para falar um pouco de um filme que assisti nessa madrugada e que me fez refletir muito...claro que o drama envolto em suspense me fez tremer e levar bastante sustos, mas a exposição do talento nato e raro, presente quase sempre nesses indivíduos portadores das mais variáveis disfunções e ou doenças psiáquitricas foi o que me chamou mais a atenção.

Pensei nas teorias e explicações e nas tentativas de busca por uma sonhada cura, vidas e variedades de descobertas maravilhosas sobre o nosso mundo "psico" (aproveitei todas, ADOROOO!), alguns filmes que tratam do assunto, como Cisne Negro, Rain Man, Uma Mente Brilhante, Bird, dentro muitos ótimos outros...o nome do filme é "Joshua, o filho do mal".

É sobre um menino de 9 anos altamente psicopata (bom, eu entendi assim, não vi relação com um "provável" sobrenatural)...é um filme que faz pensar, e assusta, pela proximidade, muitas vezes desconhecida, com esses indivíduos tão bem disfarçados de pessoas sedutoras, agradabilíssimas, e fiquei bem impressionada pela pouca idade do menino...achei bem interessante (infelizmente no mau sentido) alguém tão jovem e com todas as características do psicótico em tão alto grau...
 

*Pensar que não existe cura...a música que o menino toca com maestria ao piano no final do filme explica muito sobre o que ele, o doente, sente, ou não, já que, em princípio, trata-se de um psicopata.
Vale a pena ver o filme. Vale muito a pena ouvir a música. E pensar.
Música: The Fly (Dave Mathews)


Abraços,

Renata

Reações:

3 comentários:

Marlon Sérgio disse...

Renatita, que surpresa maravilhosa ter você por aqui de novo; que texto tocante e à flor da pele! A música é linda, e o filme parece ótimo; esse garoto parece ser brilhante. Quero assiti-lo logo. Por favor, separe sempre um tempinho para o Lero, pra gente, ok? Tô muito feliz mesmo por ler você, por tão bonita postagem. Se você sumir de novo, eu te processo..rsrs

Bjos

Lilly disse...

Renatinha, realmente é uma surpresa muito gostosa te ver por aqui outra vez. Adorei o post, adorei o vídeo! Aliás, sou apaixonada por temas psicológicos, esses dias mesmo estava lendo um texto muito bom sobre genialidade associada à insanidade mental.

Desta vez fique com a gente, tá, dona fujona? Até porque você sabe que gosto muito de você.

Beijão

Renata Rothstein disse...

Meus amores, podem ficar tranquilos (ou não rss), que agora não sumirei mais, de jeito algum.
Mesmo sem postar, sempre estive acompanhando e como dizem, o bom filho á casa torna!!
Beijosss procês!!

Postar um comentário

Clique dentro da caixa e digite seu comentário!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Enterprise Project Management