sábado, 18 de fevereiro de 2012

Roberto Carlos - O Rei da MPB?




Por Marlon Sérgio - Blog Lero Musical

Quando eu começava a escrever esta postagem, curiosamente começou a tocar uma canção de Roberto na rádio do blog, enquanto no programa de calouros do apresentador Raul Gil um candidato cantava a música 'As curvas da estrada de Santos'. Coincidência, mas nada surpreendente.

Não quero fazer aqui uma postagem com a discografia e biografia de Roberto Carlos, posto que todos os fãs já conhecem o suficiente deste que é o mais popular artista da música popular brasileira. Optei por levantar algumas questões acerca do mito.

Quais os segredos que mantém Roberto Carlos, geração após geração, como o mais querido e elogiado cantor da MPB de todos os tempos? Há alguns críticos mais ousados que, mesmo com a iminente possibilidade de caírem em descrédito, questionam a coroa do 'Rei'.
O que há por trás dos contratos de exclusividade ou contrato vitalício que a Rede Globo mantém com Roberto Carlos? Embora a emissora ainda seja a líder em audiência em todo o país, não seria mais coerente e democrático que um artista tão popular e que conquistou a rara condição de independência da promoção e dos excessos midiáticos, circulasse livremente por todas as emissoras de rádio e televisão? 

Cá entre nós, há uma explicação razoável para que o artista mais consagrado e também um dos mais bem sucedidos financeiramente da música brasileira continue sendo um monopólio artístico da Rede Globo e, desta forma, impedido de se apresentar em outras emissoras igualmente populares?

Os artistas e críticos mais engajados questionam a postura política do Rei durante a ditadura militar. Roberto Carlos, como formador de opinião já na época, teria sido omisso diante da repressão e violências praticadas nesse período? 

Alguns pesquisadores vão além e afirmam que o homem que cantava Jesus Cristo e a amizade teria sido cacoete, informante da ditadura militar. E olha que ele não precisava disso. Está tudo documentado no Centro de Informações do Exército. 

E não teria sido somente ele. São citados também, entre outros Wilson Simonal, Agnaldo Timóteo, Clara Nunes, Wanderley Cardoso e Rosemary.

Clique nas imagens para ampliá-las

Bem, o carisma de Roberto é incontestável, a empatia entre o rei e seu público é fato. 
A linha melódica e poética de suas canções românticas conquistou uma legião de fãs apaixonados e fieis que se percepcionam nas letras de suas canções. A voz afinadíssima do cantor é outra qualidade a ser destacada. Então, com vocês, o Rei Roberto Carlos...

Reações:

1 comentários:

wilmar alves campos disse...

Roberto Carlos e o rei da musica brasileira!querendo ou não ele e o rei.E UM ARTISTA DIFERENTE DE TODOS ,TEM O MAIOR NUMERO DE MUSICA NAS PARADAS DE SUCESSO DA AMERICA LATINA E O REI DA MUSICA EM VARIOS PAISES .CANTA EM VARIOS IDIOMAS ,NAO DA CONTA DE FAZER SHOWS PARA QUEM QUER,NAO FAZ SHOW PARTICULAR,E O SHOW MAIS CARO DO BRASIL ,NAS DECADAS DE 60 E 70 DE CADA 10 MUSICAS TOCADA NO RADIO 4 ERAM DELE.E NAO SE FIQUE FALANDO DELE PARA DAR IBOPE!

Postar um comentário

Clique dentro da caixa e digite seu comentário!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Enterprise Project Management